Masters do Democrata e do Social ficam no empate


Equipes masters do Democrata e do Social fizeram a festa no Mamudão (foto: Fábio Velame)

Oestádio José Mammoud Abbas foi o palco da partida beneficente entre as equipes masters do Democrata e do Social. No amistoso disputado na manhã do último domingo (17), foram arrecadados alimentos para atender famílias carentes de Governador Valadares em parceria com a Igreja do Evangelho Quadrangular. A renda do jogo foi separada para ajudar o ex-atleta Mauro Dias, que estava passando por algumas dificuldades. Ainda na ocasião, foi feita uma homenagem para a família do Cegão, torcedor ilustre da Pantera que faleceu ano passado.

Homenagem para a família do Cegão, torcedor ilustre da Pantera (foto: Fábio Velame)

A torcida presente ao Mamudão pode rever alguns nomes muito conhecidos do futebol mineiro. Rondinelli, Valmir, Lobão, Parreira, Alex, Eliseu, Wander, Walber, Marcelo Alves, Puruca, Gilmar, Fabinho, Mauro Botelho, Marcelinho, Coqui, Poté e Nei Bala foram alguns dos nomes que entraram em campo com a camisa da Pantera. Pelo lado do Social, Anderson Figueiredo, Samis, Raniery, Washingtom, Sandro Luiz e Jackson, dentre outros, representaram a equipe do Saci. O resultado de 3 a 3 foi o que menos importou, pois o evento foi uma grande festa de confraternização e reencontro.

Partida terminou empatada por 3 a 3 (foto: Fábio Velame)

No primeiro tempo, a equipe do Social abriu o placar com Samis cobrando falta. Em outra cobrança de falta, Raniery ampliou o marcador para a equipe de Coronel Fabriciano. Aproveitando um contra-ataque, Raniery marcou o terceiro do Social. No fim da primeira etapa, Gilmar diminuiu para a Pantera em cobrança de pênalti. Na segunda etapa aconteceram várias modificações e o Democrata chegou ao segundo gol com Fabinho. Já no fim da partida, a equipe valadarense alcançou o empate com Poté, em mais uma cobrança de pênalti.

Walber Cotta um dos organizadores da partida beneficente ficou satisfeito com o evento. “Eu me sinto muito satisfeito por ter juntado essa turma, muitos jogadores de gerações diferentes que passaram pelo Democrata e também da parte do Social. Fomos adversários no passado, teve a rivalidade dentro de campo, mas amizade sempre prevalece. O evento atingiu as nossas expectativas e agora é tentar repetir todo ano”, disse.



+Voltar